Desapego: a importância de saber encerrar ciclos

by
Tempo de Leitura: 3 minutos

Todo fim de ano encerramos mais uma etapa de nossas vidas. E com isso, também é hora de praticar o desapego e saber encerrar ciclos. Afinal, para que o novo chegue em nossa vida é preciso deixar velhas histórias, pensamentos e emoções para trás. Assim, abrimos espaço para novas experiências e aprendizados.

Pensando nisso, preparei esse conteúdo para conversarmos sobre a importância de saber “fechar portas” e, também, trazer algumas dicas de como passar por esse processo da melhor forma possível. Então, Modab Lover, vem comigo e se prepare para mudar sua vida e se tornar uma mulher poderosa, independente e desapegada!

Praticar o desapego é saber abrir mão do que não serve mais

Amiga linda, sei que você já deve ter tido um sapato que você simplesmente a-ma-va usar! Entretanto, com o passar do tempo, esse sapato foi ficando velho, apertado, machucava e, até mesmo, foi perdendo a beleza. E, nada mais desconfortável do que usar um sapato que não serve mais, não é mesmo?

Sendo assim, a vida não é diferente de um sapato apertado! Muitas situações, pessoas e sentimentos são bons até determinado período. Após cumprirem o seu papel, acabam perdendo a validade e, por isso, continuar insistindo naquilo que não serve mais só trará mais dor e sofrimento.

Contudo, saiba sair de cena e pratique o desapego quando se sentir ferida, cansada ou machucada em qualquer situação. Seja grata por tudo o que viveu e siga adiante em busca de novas experiências e novidades.

Ser desapegada não é ser indiferente!

Muitas mulheres acreditam que para praticar o desapego é preciso ser indiferente – e isso não é verdade! Você não precisa fingir que não se importa, que não está triste ou que já superou determinada situação.

Praticar o desapego é saber que, mesmo machuca ou cansada, você precisa seguir em frente e abrir mão daquilo que te faz mal! Sendo assim, encerrar ciclos significa racionalizar términos e momentos pelo seu próprio bem-estar, sabendo que no futuro tudo valerá a pena!

O desapego é um processo contínuo

Nenhuma borboleta nasceu borboleta. Antes de sair batendo asas com sua beleza, livremente por aí, toda borboleta passou por um processo de transformação quando lagarta: rastejou por aí, se alimentou, construiu seu casulo, descansou e esperou pacientemente para atingir sua transformação plena!

Por isso, não fuja dos seus processos! Por mais cansativos e dolorosos, todo processo gera uma transformação única e necessária para que possamos evoluir! Com isso, abrir mão daquilo que nos faz mal também faz parte dessa trajetória de aprendizados e mutações.

Dessa maneira, nunca duvide da força que você tem para praticar o desapego, para deixar fluir naturalmente o fluxo da vida. Acredite sempre na sabedoria que transcende nosso ego e que jamais nos abandona! E, lembre-se de que o que é seu sempre vai achar uma maneira de chegar até você – basta deixar livre para partir e regressar!

Agora que você já sabe a importância do desapego, conta para mim nos comentários qual situação você já desapegou em 2020 ou o que você precisa desapegar para ser uma mulher ainda mais incrível e poderosa! Vou amar saber!

2 Respostas
  • Leticia
    dezembro 15, 2020

    Adorei o texto

    • Bruna
      dezembro 15, 2020

      Fico feliz que tenha gostado linda! 🥰

O que achou desta dica?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *