Você sabe o que é responsabilidade emocional e afetiva?

by
Tempo de Leitura: 3 minutos

Em um mundo onde a moda agora é ser “do golpe”, a responsabilidade emocional e afetiva é raridade nos relacionamentos. Afinal, muitos confundem a liberdade individual com a falta de empatia e responsabilidade para com o outro. Mas, você Modab Lover, que é uma mulher empoderada jamais deve passar por esse tipo de situação!

Por isso, preparei esse texto para a te ajudar a entender mais sobre a importância de estabelecer vínculos com pessoas que levem a sério a responsabilidade emocional e afetiva. Segura na minha mão e vamos lá!

O que é responsabilidade emocional e afetiva?

Responsabilidade emocional e afetiva não quer dizer que você precisa se comprometer com o parceiro no primeiro encontro, firmar algo estável, já de cara pensar em namoro ou casamento – pelo contrário!

Ter responsabilidade emocional e afetiva nada mais é do que se relacionar de forma sincera com outras pessoas, deixando claro quais suas intenções e pretensões dentro da relação.

Assim, a pessoa envolvida tem menores chances de se frustrar emocionalmente, evitando projetar no outro sentimentos que não serão correspondidos e expectativas que fogem a realidade do parceiro.

Dessa forma, a aproximação se torna verdadeira e transparente, sem falsas promessas, joguinhos, mentiras e traições.

Como saber quando uma pessoa não tem responsabilidade emocional e afetiva dentro dos relacionamentos?

  • O parceiro age na impulsividade e toma atitudes precipitadas;
  • Você conhece a pessoa e, logo nos primeiros encontros, já te promete “mundos e fundos” – e, provavelmente, não irá cumprir nada do combinado;
  • Não te coloca como prioridade na vida dele;
  • Vive pisando na bola e te decepcionando com atitudes egoístas;
  • Você tenta se afastar e ele começa a te envolver em um jogo emocional com o objetivo de te manipular e controlar a situação da forma que é mais conveniente (pra ele!);
  • Os relacionamentos anteriores são conturbados e términos são frequentes na vida amorosa;
  • O parceiro apresenta um histórico de traições e atitudes infiéis (curtidas em fotos de outras mulheres, troca de mensagens e conversas que claramente te deixam insegura);
  • Ele toma atitudes que não pode sustentar por muito tempo com intuito de ter controle sob você. Por exemplo: Ele diz que no momento não pode se envolver, pois está muito ocupado com o trabalho e que você precisa ter paciência para viverem algo no futuro – quando, na verdade, ele está apenas te enrolando e saindo com outras mulheres sem você saber.

O que uma mulher poderosa pode fazer quando está envolvida em situações como essa?

Amiga linda, nós caímos em enrascadas como essa quando não temos senso de merecimento e amor-próprio o suficiente para aceitar esse tipo de comportamento dentro das relações.

Aceitar parceiros que não demostram ter responsabilidade emocional e afetiva é aceitar migalhas. E, tudo aquilo que não é completo, não te satisfaz, tira a sua paz é migalha.

Daqui para frente você precisa se questionar: que imagem eu passo para o outro quando eu aceito isso aqui? Em que lugar eu me coloco quando o outro faz isso comigo?

Lindona, saiba que para fugir desse tipo de situação você precisa aprender o significado da palavra limite, e colocá-la em prática o mais rápido possível.

Contudo, nada melhor do que expor para o parceiro ou ficante as suas reais intenções. E, se o outro não concordar ou não estiver na mesma vibe, thank you, next! (obrigada, próximo!).

Afinal, se você não se faz clara e não coloca limites, o outro faz o que bem entende com você. E sabe quando você vai ter uma relação realmente saudável e prazerosa? Nunca! – porque você mesma aceita situações que não reconhecem a mulher maravilhosa que você é!

Então, Modab Lover, vamos pegar na mão do amor-próprio e deixar claro para o mundo que a responsabilidade emocional e afetiva é sua melhor amiga de hoje em diante. Afinal, quem sabe do seu valor vai fazer questão de mostrar isso para você!

Já está pronta para colocar a responsabilidade emocional e afetiva em prática? Então, me conta nos comentários de que forma você vai fazer isso! Vou amar saber e ajudar cada uma de vocês. Um beijão!

5 Respostas
  • ELOA ALVES MAXIMIANO
    julho 25, 2021

    Gostei muito… Estou namorando já dois meses, ele só vem me ver a noite e sempre correndo. Qdo não marca e me deixa esperando como a noite de ontem!!! Dormi e acordei e ele nem pra enviar uma msg pra dizer que não vinha… Reclamei e ele disse que não tenho empatia em entender que ele está passando por um momento difícil… Mas ver a pessoa a cada 2 semanas, dentro do carro por algumas horas e achar que tá bom??? Reclamei disso e ele não gostou.. verbo que realmente não terá futuro algum essa relação!!!

    Vou sim colocar meu amor próprio em primeiro lugar. Não vou mais procurar e viver minha vida!

    • Bruna
      julho 26, 2021

      😍👏

    • Paola
      agosto 2, 2021

      Passei recente por uma situação semelhante. Até que descobri que quando ele me conheceu ele estava namorando há três meses e morando no apartamento dela há dois. E que tudo o que me contava sobre onde morava, estar com mãe doente pra justificar o pouco tempo que conseguia ficar comigo era mentira. O pior? Quando descobri o golpe ele veio se explicar que me amava, que nunca amou a namorada, estava com ela por carência e quando me conheceu percebeu que eu era o amor da vida dele. E que iria levar essa situação de mentira até conseguir se resolver com ela pra daí me contar tudo… pior que isso? eu ainda tenho esperança de ser verdade o amor dele por mim.. alguém aí disposta a me dar um tapinha na cara pra eu cair na real? Please…
      Por isso gata.. se atente aos sinais.. é possível que vc seja a outra.. infelizmente…

  • ERIKA
    setembro 25, 2021

    ESTOU PASSANDO POR UMA SITUAÇAO ASSIM , MAS DEI UM BASTA E NAO ACEITAREI MAIS MIGALHAS !!!

    • Bruna
      setembro 25, 2021

      Isso mesmo Erica 👏😍

O que achou desta dica?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *